projetos pessoais


grâvidez saudável
 

A experiência de ser mãe é única. Cada mulher tem a sua. Mas quando engravidamos, surgem muitas dúvidas quanto ao que podemos/devemos ou não fazer. Minha gravidez foi maravilhosa do início ao fim. Não tive enjôos nem desejos absurdos, adorei ver a barriga crescer e consegui levar a vida da forma mais natural possível, sem alterar muito minha rotina.

Sempre acreditei que, para se ter uma gravidez saudável, na verdade, o que mais importa é o lado emocional: tudo o que gira à sua volta nesses nove meses pode despertar os mais diversos sentimentos. Por isso, o apoio e a compreensão do marido ou companheiro e da família é muito importante.

Durante minha gravidez, escrevi o que podemos chamar de um diário, com tudo o que se passava pela minha cabeça naquele momento. Depois que a minha pequena Manuela nasceu, resolvi publicá-lo, porque percebi que, apesar de cada mulher ter a sua história, temos sempre as mesmas preocupações, e nada melhor que ouvir também a experiência de outras mães.
Sem querer ditar regras, espero poder ajudar de alguma forma a todas as futuras mamães, transmitindo a minha experiência da forma mais transparente possível.